Logomarca do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região

TRT-2 cria canal exclusivo para denúncias de assédio contra mulheres que atuam no Regional

 

Desde o último dia 22 de julho, as mulheres que atuam no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) podem contar com um canal exclusivo para fazer denúncias de assédio moral, sexual, discriminação por gênero ou qualquer outro tipo de violência: a Ouvidoria da Mulher. Ela foi criada para ser o apoio, acolhimento e orientação para todas as mulheres que se sintam vítimas ou que tenham informações sobre casos desse tipo que envolvam outras colegas de trabalho.  

Podem fazer denúncias estagiárias, servidoras, magistradas, terceirizadas ou qualquer representante feminina do TRT-2 que esteja no exercício de suas funções, dentro ou fora das dependências do Tribunal.

Para isso, basta ligar para o telefone (11) 3150-2000  (ramais 2312 ou 2313), entre 11h30 e 18h, de segunda a sexta-feira, ou preencher um formulário eletrônico neste link. Via de regra, as denúncias não poderão ser anônimas, mas a pessoa denunciada somente saberá o nome da vítima no momento em que for solicitada apresentação de defesa. Lembrando que a Ouvidoria será formada apenas por servidoras e magistradas.

A denúncia recebida será imediatamente encaminhada à desembargadora-ouvidora, cargo atualmente ocupado pela desembargadora Rosana Buono. Após apuração, se houver constatação dos fatos, o caso também passará pela análise da Comissão de Combate ao Assédio Moral e Sexual do TRT-2. A denunciante terá ciência de cada etapa do processo.

Para informar melhor sobre o funcionamento e todos os detalhes da Ouvidoria da Mulher, o TRT-2 vai apresentar, na próxima segunda-feira (29/8), a partir das 17h, um painel no canal da Ejud-2 no YouTube sobre o novo canal de denúncias. A inscrição poderá ser feita por meio deste link. Podem participar do evento estagiários(as), servidores(as) e magistrados(as) do TRT-2, de outros tribunais, membros do Ministério Público do Trabalho, advogados(as) e demais interessados(as).

 

Voltar
Atualizado por Secretaria de Comunicação Social (secom@trtsp.jus.br)
Rolar para o topo