Logomarca do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região

Grupo de Pesquisas Judiciárias do Tribunal Regional do Trabalho da
2ª Região (GPJ TRT-2)

- Zelar pela consistência e integridade das bases de dados do Tribunal;
- Supervisionar as remessas de dados ao Conselho Nacional de Justiça- CNJ, buscando a consistência da informação e o envio nos prazos estabelecidos;
- Realizar e/ou fomentar e apoiar a elaboração de estudos e diagnósticos de temas de interesse da Presidência do Tribunal ou do Conselho Nacional de Justiça - CNJ, utilizando, sempre que possível, a Base Nacional de Dados do Poder Judiciário (DataJud) como fonte primária de dados do Sistema de Estatística do Poder Judiciário (SIESPJ);
- Observar os padrões de conceitos e de parâmetros estabelecidos para o SIESPJ na produção de dados estatísticos;
- Fornecer subsídios técnicos para a formulação de políticas judiciárias locais;
- Disseminar informação e conhecimento por meio de publicações, seminários e outros veículos;
- Estabelecer, sempre que necessário, rede de articulação com as escolas judiciais e de magistratura, centro de inteligência TRT-2 e demais centros de inteligência, laboratórios de inovação e LIODS TRT-2, universidades, instituições de ensino superior e/ou de pesquisa;
- Fomentar a produção de pesquisas empíricas em direito em articulação com as instituições de ensino superior locais;
- Atuar para que as TPUs sejam utilizadas em sua versão mais recente nos sistemas processuais, conforme atualizações lançadas pelo CNJ;
- Observar o Modelo de Transmissão de Dados (MTD) e as demais especificações de envio e funcionalidades da base DataJud;
- Supervisionar o processo de instalação e implantação de instrumentos de coleta de dados;
- Atuar no processo de qualificação dos dados dos sistemas processuais, de forma a realizar toda e qualquer ação necessária ao saneamento do DataJud e dos demais instrumentos de coleta de dados, garantindo a integridade e confiabilidade dos dados recepcionados pelo CNJ;
- Elaborar, publicar e enviar anualmente à Presidência do Tribunal e ao Departamento de Pesquisas Jurídicas do Conselho Nacional de Justiça (DPJ/CNC), até o dia 30 de março do ano subsequente, o relatório das atividades do GPJ do ano anterior, com a descrição das atividades, os diagnósticos e as pesquisas realizadas, bem como o plano de ação com as atividades previstas para o ano corrente.

EstruturaMembrosInformações complementares
Um(a) magistrado(a), a quem competirá a supervisão do Grupo;Roberta Carolina de Novaes e Souza DantasJuíza Titular de Vara do Trabalho e Supervisora do Grupo
Um(a) servidor(a) indicado(a) pela Corregedoria RegionalEliana Maria Damaceno Velkis 
Um(a) servidor(a) com formação em estatísticaGustavo Miranda da Silva 
Um(a) servidor(a) com formação em tecnologia da informaçãoMárcio Nisi Gonçalves 
Um(a) servidor(a) com formação em direito, preferencialmente, com experiências em Tabelas Processuais Unificadas- TPU e parametrizaçãoConrado Augusto Pires 
 Um(a) servidor(a) com formação em ciências humanas com experiência em pesquisa empíricaAdriana Domanoski Gurniak 

Normas do TRT da 2ª Região:

Confira na Basis do TRT2.

Normas de outros órgãos: 
Resolução n. 462/CNJ, de 6 de junho de 2022Dispõe sobre a gestão de dados e estatística, cria a Rede de Pesquisas Judiciárias (RPJ) e os Grupos de Pesquisas Judiciárias (GPJ) no âmbito do Poder Judiciário e dá outras providências.

Última atualização em 05 de julho de 2022

Rolar para o topo